João Gomes Barbosa (Bisavô de Margarida Benvinda Vieira Gomes Barbosa)

Nasceu a 8 de Março de 1802 na Ilha do Fogo. Casou com Felizberta Julia de Medina e Vasconcelos (que nasceu na Ilha da Madeira) na ilha do Fogo em 1 de Julho 1820. Faleceu a 12 de Março de 1864 na cidade da Praia. Tiveram 15 filhos entre os quais João Gomes Barbosa que nasceu em 1821.

Comandante do Forte de D. Pedro em S. Filipe, (nomeado pela carta regia de D. João VI, Lv 10, fl 171, em 20/10/1810, Torre do Tombo). Também foi de 1838 a 1842, administrador do concelho da ilha do Fogo e no biénio de 1842-1844 foi presidente da câmara municipal do mesmo concelho.

Nos registos da paroquia de Nossa Senhora da Conceição da Ilha do Fogo aparecem um certo numero de registos que indicam que João Gomes Barbosa possuía escravos:

Neste primeiro registo trata-se da certidão de nascimento de Alfredo filho natural de Maria Machete serva de João Gomes Barbosa:

Neste segundo registo trata-se de Suzana escrava de João Gomes Barbosa que foi madrinha de nascimento de Alfredo:


No seguinte registo , é João Gomes Barbosa que declara o nascimento de Boaventura filho natural de sua escrava Maria das Mercês:





Surge uma referencia a dois dos filhos de Joao Gomes Barbosa (Cesar e Pedro) num documento datado de  1879 em Bolama, no momento da tomada de posse do novo Governador Tenente Coronel Agostinho Coelho :


a© Joao Schwarz Da Silva 2017